para-pais

9 dicas de livros geniais para crianças

3 de janeiro de 2017 Nenhum comentário

Ler é um hábito que se cultiva desde pequeno. As crianças observam os pais lendo em casa, aprendem a ler junto com eles antes de dormir e, antes que se perceba, já estão começando a abrir livros por si próprias. Assim, descobrem esse mundo de histórias com potencial para nos levar para infinitos universos, na companhia de personagens fascinantes.

Neste post, compilamos ótimas dicas de livros para crianças: são livros escritos por grandes autores brasileiros e estrangeiros, que criaram histórias marcantes, clássicas e inovadoras. Confira os 9 escolhidos para a lista:

1. “Frida Kahlo – Para Meninas e Meninos”, de Nadia Fink

O livro conta a história de Frida Kahlo, uma das grandes personalidades do século XX. A pintora, que sofreu um acidente ainda jovem e teve que lidar durante o resto de sua vida com a dor e tratamentos médicos complexos, tornou-se uma das grandes artistas modernas.

Frida é uma antiprincesa, que aceitou sua imagem apesar de não corresponder ao ideal de beleza da época, e por isso tornou-se um símbolo do feminismo. É um bom ponto de partida para explicar do que se trata o movimento tanto para meninos quanto para as meninas.

2. “Brasil de Fio a Pavio”, de Gilles Eduar

O Brasil é um país imenso, de proporções continentais. Neste livro, o autor apresenta a diversidade do país: características de cada estado, a cultura popular de cada região, os destaques da fauna e da flora de cada área, a culinária típica, economia, arte e arquitetura.

É um bom livro para aprofundar os conhecimentos das crianças sobre o país e também para planejar viagens: que lugares do nosso país elas querem conhecer?

3. “A Vida Íntima de Laura”, de Clarice Lispector

O título do livro não dá nem pista, mas esta é uma história de Clarice Lispector sobre os pensamentos íntimos de Laura, uma galinha. Entre os ovos, o relacionamento com o galo e o medo de parar na panela da cozinheira, a história de Laura dá base para reflexões sobre preconceito, sobre como funciona a mente dos animais, a gula, a vaidade e a diferença entre a beleza exterior e a beleza interior. Assuntos importantes para conversar com as crianças, sob a ótica genial de Clarice Lispector.

4. “A Ilha do Tesouro”, de Robert Louis Stevenson

“A Ilha do Tesouro” foi escrito por Robert Louis Stevenson em 1883. O livro foi inovador: pela primeira vez foi publicado um mapa do tesouro com um grande X marcando o local onde o ouro estaria enterrado. A história, cheia de aventuras, é sucesso garantido entre as crianças.

A franquia “Piratas do Caribe” está aí para mostrar que o tema nunca deixou de interessar a garotada com suas lutas de espada, mistérios, mocinhas e bandidos. Prepara-se para entrar no clima e brincar muito de pirata após ler este livro para os seus filhos!

A obra de Robert Louis Stevenson não somente influenciou a geração moderna de escritores com suas narrativas, mas também pintores como Magritte, que nomeou alguns de seus quadros com títulos de Stevenson.

5. “O Rouxinol e o Imperador”, Hans Christian Andersen

“O Rouxinol e o Imperador” é um dos muitos contos de fadas de Hans Christian Andersen, autor de clássicos como “O patinho feio” e “A pequena sereia”. Nesta história, Andersen conta a história do imperador da China que, encantado pela fama do rouxinol, decide conhecer de perto o canto desse pássaro.

Ele se apaixona pelo rouxinol e decide convidá-lo para morar no palácio. Até que, um dia, o imperador ganha um pássaro mecânico, feito em ouro e pedras preciosas, que também canta. O imperador acaba, então, deixando o rouxinol de lado para ficar com o pássaro mecânico. Sentindo-se abandonado, o rouxinol volta para a floresta. Doente, o imperador ouve novamente o canto do rouxinol e se emociona de tal forma que fica curado.

Na era tecnológica que vivemos, é um conto interessante para refletir sobre como conviver com a natureza faz bem para o ser humano. Essa premissa, trabalhada no conto, já foi confirmada por várias pesquisas.

Além disso, a história também pode ser uma forma de conversar sobre o excesso de tempo em frente à televisão e ao computador: nem só de rouxinóis mecânicos se vive a vida. Sair de casa e ver os pássaros de verdade também é importante.

6. “A Cozinha Encantada do Contos de Fadas”, de Katia Canton

As crianças, em geral, conhecem os contos de fadas: escutam desde pequenas, em casa e na escola, as histórias da Chapeuzinho Vermelho, da Bela Adormecida, da Branca de Neve e assim por diante.

O livro “A Cozinha Encantada do Contos de Fadas” convida as crianças a imaginar um outro aspecto da vida desses personagens que elas já conhecem tão bem: a culinária. As receitas são apresentadas como parte das histórias – o pão de queijo da Chapeuzinho Vermelho, a salada de frutas da Cinderela e maçãs assadas com canela da Branca de Neve, entre outros.

7. “As Cores dos Pássaros”, de Lúcia Hiratsuka

“As Cores dos Pássaros” é um livro com texto e ilustrações de Lúcia Hiratsuka. O livro conta a história do começo dos tempos, quando o mundo ainda não era como o conhecemos e os pássaros ainda não tinham cores. Até que, um dia, uma criativa coruja decidiu colorir a si mesma e a seus colegas passarinhos.

As ilustrações são de uma beleza incomparável e você pode sugerir às crianças que imaginem juntos novos animais: Como eles seriam? Que cores teriam? Que tal desenhá-los juntos?

8. “O Pequeno Príncipe”, de Antoine de Saint-Exupéry

“O pequeno príncipe” é um clássico da literatura mundial. Adorado por adultos e crianças, o livro conta a história de um príncipe que mora em um pequeno asteroide com sua rosa. Decidido a viajar, o menino passa por diferentes planetas e, em cada um, reflete sobre aspectos importantes da vida como o amor, o trabalho e a seriedade –sempre de forma muito poética.

Ilustrado pelo próprio Saint-Exupéry, o livro tem belíssimas aquarelas e é presença obrigatória na estante das crianças.

9. “O Menino Azul”, de Cecília Meireles

Cecília Meireles é uma das grandes escritoras brasileiras. Fundadora da primeira biblioteca infantil do Brasil, foi professora, jornalista, pintora e escreveu alguns dos maiores clássicos de nossa literatura infantil, como “Isto ou aquilo” e “O menino azul”. A história do livro é inspirada num poema de mesmo nome que tem entre seus versos as seguintes estrofes:

O menino quer um burrinho
que saiba inventar histórias bonitas
com pessoas e bichos
e com barquinhos no mar.

E os dois sairão pelo mundo
que é como um jardim
apenas mais largo
e talvez mais comprido
e que não tenha fim.

É um livro interessante e doce, como os livros de Cecília Meireles costumam ser.

E você, tem outras dicas de livros para crianças? Deixe um comentário nos contando qual era seu livro favorito quando você era pequeno ou qual livro seus filhos ou netos gostam de ler com você.

Aliás, já que estamos falando sobre a importância da leitura, aproveite para ler aqui sobre a importância de um jornal infantil nas escolas.

Nenhum comentário

*

Edições Impressas

E você? O que pensa?

Busca por Data

junho 2017
S T Q Q S S D
« maio    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

ENQUETE DA SEMANA

O que você pretende fazer nas férias?

TV Joca

Apoio