mundo

Bolsa de Nova York é comandada por uma mulher pela 1ª vez

2 de julho de 2018 Nenhum comentário

Por Martina Medina

A bolsa de de Nova York (NYSE) será dirigida por uma mulher pela primeira vez em mais de 200 anos de história. Stacey Cunningham, de 43 anos, trabalha na NYSE desde 1996, quando pouco mais de 30 mulheres estavam entre os 1.300 funcionários da bolsa.

Agora, duas mulheres estão à frente das principais Bolsas de Valores dos Estados Unidos – Adena Friedman dirige a Nasdaq desde janeiro de 2017.

A NYSE e a Nasdaq são consideradas as bolsas mais influentes do mundo. O Joca entrevistou Yolanda Fordelone, da Econoweek, e Arthur Moraes, professor da B3 Educação, para explicar o que é uma bolsa de valores. Entenda:

O que é uma bolsa de valores?
Imagine uma feira onde compradores e vendedores de produtos se reúnem. Na bolsa, os produtos são ações de empresas. As ações são pedaços do capital (valor) da companhia.

Como surgiu?
A primeira bolsa no formato que conhecemos foi criada na metade do século 15 em Bruges, cidade da Bélgica, por Van der Buerse – vem do seu sobrenome a palavra “bolsa”. Buerse reunia em sua casa pessoas interessadas em vender e comprar moedas e metais preciosos como ouro e prata. No Brasil, a primeira bolsa começou a funcionar na década de 1890.
Antigamente, os corretores iam até a bolsa representando os clientes para comprar e vender ações aos gritos. Hoje, a negociação é feita através de uma plataforma online chamada home broker.

Estátua de touro em frente ao prédio da Bolsa de Valores

Como funciona a bolsa?
Para investir, é necessário procurar uma corretora autorizada a operar ações na bolsa. O investidor precisa se cadastrar, transferir uma quantia de dinheiro e escolher qual ação deseja comprar ou vender. A função dos corretores é mediar a compra e a venda de ações.
Ao comprar ações, o investidor se torna sócio da empresa e pode até influenciar nas suas decisões. A empresa divide parte de seu lucro com os acionistas de maneira proporcional, ou seja: se o investidor tem muitas ações, recebe uma parcela maior de dinheiro, já aquele que possui menos ações, ganha uma parte menor do lucro.

Por que as pessoas investem em ações?
É uma forma de ganhar dinheiro. Os investidores acreditam que a empresa vai crescer e que o investimento nela será rentável. Ou seja, que o valor pago pelas ações no presente aumentará no futuro.

Por que as empresas colocam suas ações na bolsa?
Para obter dinheiro com objetivo de custear projetos e crescer, aumentando seu lucro, seu poder de inovar e de gerar empregos.

Por que as ações sobem e descem?
No fim da feira, os produtos ficam mais baratos porque o feirante quer aumentar sua chance de vender as frutas que sobraram. É a lei da oferta e da procura. Na bolsa, quando muita gente procura uma determinada ação, que é vendida por poucas pessoas, seu preço sobe. O valor cai quando há mais pessoas tentando vender uma ação do que procurando comprá-la.

Interior da Bolsa de valores de Nova York, NYSE

Quais são as vantagens e desvantagens de investir na bolsa?
É um investimento líquido, ou seja, a qualquer momento é possível vender a ação e recuperar o dinheiro investido. A desvantagem é o risco: se a empresa não crescer o quanto era esperado ou se envolver em um escândalo de corrupção ou em um desastre ambiental, suas ações se desvalorizam e o investidor pode perder dinheiro ao vendê-las por um preço menor do que quando comprou. Para diminuir o risco, o recomendável é começar investindo pouco dinheiro e em ações de diversas empresas.

Posso investir em ações na bolsas de valores?
Sim. Menores de 18 anos podem investir na bolsa. Para isso, os responsáveis devem cadastrar os documentos da criança, como RG e CPF, e os dados de uma conta bancária em uma corretora. Mais de 2 mil crianças de até 15 anos são investidores na B3 (antiga Bovespa), a maior bolsa de valores do Brasil.
Como investimento de longo prazo (de 10 a 20 anos), o dinheiro aplicado em ações pode garantir no futuro a realização de um intercâmbio, de um curso superior ou da abertura de um negócio.
Uma opção é escolher um fundo de investimento onde um gestor analisa o mercado de ações e escolhe em qual empresa é melhor investir. É preciso comparar as taxas cobradas pelo serviço e o histórico desses fundos para escolher qual vale mais a pena contratar.

Há um valor mínimo para investir?
As ações são vendidas em lotes de cem ou por unidade. Por exemplo, para comprar um lote completo de ações da Petrobras, que valem 16 reais cada, você teria que desembolsar 1.600 reais. No modo fracionado, é possível comprar apenas uma ação por 16 reais. Há de ações que custam centavos a ações que custam centenas de reais.

Matéria publicada em versão menor na Edição 115 do Joca

Nenhum comentário

Edições Impressas

Busca por Data

setembro 2018
S T Q Q S S D
« ago    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

ENQUETE

Você é a favor do uso de uniformes nas escolas?

TV Joca

Apoio