Ir para edições impressas para cego ver

Maluquices

Conheça 5 cachorros-quentes malucos

9 de setembro de 2019 7 comentários
Em 9 de setembro é comemorado o Dia do Cachorro-Quente. Arte: Beatriz Lopes

Em 9 de setembro é comemorado o Dia do Cachorro-Quente. Arte: Beatriz Lopes

Você já viu um cachorro-quente em formato de polvo? E um cachorro-quente preso em um palito? Aproveitando que nesta segunda-feira, dia 9 de setembro, comemora-se o Dia do Cachorro-Quente, o Joca separou alguns dos hot-dogs mais diferentes e inusitados do mundo. Confira. 

Por que o nome “cachorro-quente”?

Por volta de 1850, os alemães eram conhecidos pela fabricação de salsichas. Um cozinheiro da cidade alemã de Frankfurt, famoso pelas salsichas que produzia, decidiu chamar o sanduíche que fazia com elas de dachshund  (em português, “salsicha”) em homenagem à raça do cachorro dele.

O nome fez tanto sucesso que, em 1880, chegou aos Estados Unidos. Os lanches eram muito comuns em estádios de futebol e, durante um jogo em 1906, um vendedor chamou a atenção de um cartunista, Ted Dorgan, por gritar “get your hot dachshund” (que significa “adquira seu dachshund quente”). O problema é que Ted queria ilustrar a cena, mas como não entendia a palavra dachshund, escreveu “get your hot-dogs” (“adquira seus cachorros-quentes”, em português).

Estados Unidos

Cachorro-quente sushi

O cachorro-quente vem com sushi, algas japonesas e pepino, entre outros. Foto: Divulgação

Um restaurante especializado em comida japonesa decidiu unir sua especialidade, o sushi, com um dos lanches mais queridos dos Estados Unidos, o cachorro-quente. O resultado foi um sanduíche com “pão” feito de arroz, alga japonesa empanada e tempurá (comida asiática que geralmente é feita de legumes fritos empanados) recheado com pepino, atum picante, abacate, salmão e salada de algas. Para completar, o ketchup e a mostarda são substituídos por uma maionese picante e molho feito de enguia (uma espécie de cobra do mar). 

Coreia do Sul

Cachorro-quente coreia do sul

O cachorro-quente deve ser comido no palito. Foto: Divulgação

Uma comidinha de rua famosa entre os sul-coreanos é um cachorro-quente que vem no palito. Nele, metade do palito passa por dentro da salsicha e a outra metade fica do lado de fora, para que seja possível segurá-lo. Os ingredientes podem variar. Além de itens comumente usados em hot-dogs, como ketchup e mostarda, algumas pessoas colocam até açúcar no prato. 

Noruega

Na Noruega, o cachorro-quente é feito com uma massa fininha. Foto: Divulgação

No Brasil, as pessoas costumam comer cachorro-quente em pães gordinhos e fofos. Mas, na Noruega, o lanche costuma ser preparado com tortilha, uma massa de origem espanhola fininha, que embrulha a salsicha. Dentro dela, algumas pessoas costumam colocar molhos e vegetais, de modo a deixar o prato ainda mais saboroso. O sanduíche é tão popular que estima-se que 450 milhões de cachorros-quentes como esse sejam consumidos no país por ano. 

Japão

A salsicha é cortada em formato de polvo. Foto: Divulgação

Os japoneses resolveram inovar e criaram um cachorro-quente com formato de polvo. Para preparar o prato, é necessário cortar a salsicha em partes específicas, de modo a formar tentáculos parecidos com os do animal marinho. Aqueles que são mais criativos fazem até uma carinha no topo da salsicha. Apesar de não vir acompanhada de pão, a comida é considerada um tipo de cachorro-quente. 

Brasil

Neste cachorro-quente, a salsicha foi substituída por uma banana. Foto: Divulgação

Se você é daqueles que depois de comer seu cachorro-quente sente vontade de partir para um doce, a boa notícia é que é possível matar essa vontade com… mais um cachorro-quente! Em Brasília, no Distrito Federal, um food truck de dogões veganos (ou seja, que não têm nenhum alimento de origem animal, como carne, leite e ovos) criou uma versão do lanche em que a “salsicha” é uma banana e os molhos são feitos de chocolate – tudo isso dentro de um pão de cachorro-quente tradicional. 

Fontes: BBCBuzzFeed, HuffPost Brasil, Kirbie CravingsNotDog Food TruckWave Asian Bistro.

 

7 comentários

  1. EMEF AUREA RIBEIRO XAVIER LOPES, PROFA. says:

    estou com muita fome neste exato momento,mas eu adorei a reportagem,achei muito interessante,porém,eu estou com fome,mas achei super ziika a reportagem.
    daora,adoreeeeeeeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiii

  2. Sophie Rodrigues Costantini says:

    O cachorro-quente de Brasilia é muito estranho nunca vi um cachorro-quente doce

  3. Lídia dos Santos Lima says:

    eu comeria o doce ou o do espeto

  4. EMEF AUREA RIBEIRO XAVIER LOPES, PROFA. says:

    kkkkkk muito engraçado

  5. EMEF AUREA RIBEIRO XAVIER LOPES, PROFA. says:

    DEU MUITA FOME

  6. EMEF AUREA RIBEIRO XAVIER LOPES, PROFA. says:

    HUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU QUI DECIA

  7. ncms50 says:

    hmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm

Edições Impressas

E você? O que pensa?

Busca por Data

setembro 2019
S T Q Q S S D
« ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

ENQUETE

O que você mais gosta de fazer com seus pais ou responsáveis?

TV Joca

Apoio