para-pais

Conheça os exercícios físicos que as crianças podem praticar!

4 de maio de 2017 Nenhum comentário

Todos nós conhecemos bem a importância de nos exercitarmos, pelo menos, três vezes por semana. Até pagamos academias e corremos na esteira para nos mantermos saudáveis. Mas, será que também estamos estimulando a prática de exercícios físicos pelas crianças?

De fato, o exercício físico é tão importante para crianças quanto para adultos, de forma que deve ser incentivado pelos pais e pela escola, em todas as faixas etárias.

Por isso, no post de hoje explicaremos com mais detalhes a importância dessa prática para as crianças e mostraremos quais exercícios físicos podem (e devem) ser praticados em cada idade. Continue lendo e confira!

Por que as crianças devem praticar exercícios físicos?

Um dos principais problemas que pode ser combatido com a prática de exercício físico é a incidência de obesidade infantil.

No Brasil, 30% das crianças são obesas — e esse valor tende a aumentar, devido aos maus hábitos alimentares e ao sedentarismo infantil. E as crianças que saem obesas da infância têm maior risco de o continuarem na vida adulta, e serão mais susceptíveis ao aparecimento de doenças cardiovasculares e diabetes.

Contudo, se praticado desde a infância, o exercício se torna um hábito, e tem grandes chances de ser levado para a adolescência e vida adulta. Além disso, ele ajuda no desenvolvimento das crianças, pois envolve questões relacionadas à coordenação motora, trabalho em equipe e autoconfiança.

Outros benefícios dessa prática na infância são:

– construção e fortalecimento de ossos, músculos e articulação;

– crianças que se exercitam têm maior autoestima;

– exercícios melhoram a duração e qualidade do sono da criança;

– pesquisas demonstram que a prática de exercício aumenta o rendimento escolar;

– atividades físicas em grupo promovem o relacionamento social;

– crianças ativas demonstram menos sentimentos de ansiedade e depressão;

– esportes ajudam a ensinar as crianças a terem disciplina;

– redução do risco de aparecimento de doenças crônicas, como hipertensão e diabetes, na infância e vida adulta.

Quais cuidados devem ser tomados?

Antes de iniciar a prática de exercício com a criança, é importante consultar um pediatra para sua avaliação e para receber suas recomendações.

Sem orientação, a prática de esportes e exercícios pode causar problemas nos ossos, articulações ou músculos, levando a possíveis distúrbios no desenvolvimento da criança. E é sempre importante lembrar que as crianças nunca devem praticar exercícios como os adultos, para não serem sobrecarregadas.

Então, respeite o gosto da criança e deixe que ela escolha o esporte que deseja praticar, na medida do possível. Se necessário, leve-a para fazer aulas experimentais em diferentes modalidades, para que ela descubra com qual se identifica mais.

Do contrário, obrigar a criança a praticar um determinado esporte pode criar traumas e fazer com que ela tenha aversão à prática de exercícios.

E, por fim, independentemente do exercício escolhido, a criança sempre deve utilizar os equipamentos de proteção (capacete, joelheira, chuteira, óculos de natação), para evitar incômodos e lesões

Quais exercícios elas podem praticar?

Os exercícios físicos indicados para as crianças mudam de acordo com a sua faixa etária, levando em consideração o desenvolvimento corporal e cognitivo da criança. Vejamos como isso se dá:

Até os 5 anos

Geralmente, nessa faixa etária as crianças ainda não praticam esportes, e os exercícios físicos são mais lúdicos, colocados no meio das brincadeiras. Hoje em dia, até mesmo os bebês nas primeiras semanas de vida podem praticar exercícios, como a natação, por exemplo.

É importante estabelecer uma rotina que contenham atividades físicas inseridas de forma prazerosa, para que a criança se acostume e aprenda a gostar de exercitar-se. Quanto a isso, algumas dicas de exercícios para as crianças de até 5 anos são:

– brincadeiras como pega-pega, corre cotia, esconde-esconde;

– natação;

– judô;

– ginástica artística;

– dança;

– bicicleta.

De 6 a 12 anos

A partir dos seis anos, a criança já apresenta maior coordenação motora e controle dos movimentos do corpo, de forma que é possível iniciar os esportes com bola sem que haja acidentes.

Esportes mais complexos também podem começar a ser praticados, como capoeira, remo e vela. Outras atividades recomendadas são:

– brincadeiras mais elaboradas, que desafiem a criança, como amarelinha, corrida de sacos e carrinho de mão (uma criança se apoia no chão com as mãos e a outra pega seus pés para uma corrida);

– futebol;

– vôlei;

– handebol;

– tênis;

– basquete;

– circo (trapézio, tecido);

– ioga.

De 12 a 15 anos

Após os 12 anos, as crianças melhoram consideravelmente sua força, equilíbrio e destreza. Logo, esse é um bom momento para intensificar a prática de esportes com os quais a criança tenha maior habilidade e ingressar em competições, para a integração social com outras crianças.

Nessa idade, também pode ser iniciada a prática da musculação em academia. Porém, por ser uma prática solitária, é importante que ela seja aliada a outros esportes coletivos.

Atualmente, no entanto, crianças dessa idade costumam se interessar menos por jogos e brincadeiras que envolvam atividades físicas, estando mais ligados a jogos de tabuleiro e videogames. Nesse sentido, as atividades recomendadas são:

– competições de esportes coletivos (basquete, futebol, vôlei);

– alongamento e musculação;

– lutas diversas (boxe, jiu jitsu);

– danças, como o hip hop.

Acima de 15 anos

Não é incomum que os adolescentes prefiram ficar em casa no computador ou na televisão em vez de sair para se exercitar. Mas os pais devem ter paciência e não desistir de estimular o filho a praticar exercícios.

Nessa idade, os exercícios físicos devem estimular o desenvolvimento e aprimoramento da coordenação motora.

Assim, a prática de esportes junto aos amigos (futebol, basquete, aulas na academia) pode ser um bom incentivo. E as aulas de educação física na escola também podem ajudar o adolescente a sair do sedentarismo.

Nessa faixa de idade, as atividades recomendadas são:

– lutas;

– pilates;

– aulas diversas da academia (ginástica localizada, circuito, jumping); e

– corrida.

Enfim, como vimos, o papel dos pais é muito importante para estimular a prática de exercícios físicos na infância, e criar um hábito saudável que pode ser levado por toda a vida. As crianças precisam se manter em movimento para garantir a saúde do corpo e da mente, sempre guiados por profissionais da área.

Então, gostou de conhecer os exercícios físicos recomendados para crianças? Sabe de outras atividades que podem ser benéficas para essas faixas etárias? Deixe-nos o seu comentário e compartilhe sua opinião com a gente e com os outros leitores!

Nenhum comentário

*

Edições Impressas

Busca por Data

maio 2017
S T Q Q S S D
« abr    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031  

ENQUETE DA SEMANA

Você já sabe o que quer ser quando crescer?

TV Joca

Apoio