Ir para edições impressas para cego ver

Mundo

Descubra o que é o Dia da Não Violência

2 de outubro de 2019 1 comentário
A data homenageia o nascimento de Mahatma Gandhi, um dos principais defensores da não-violência. Arte: Ana Beatriz Pádua.

A data homenageia o nascimento de Mahatma Gandhi, um dos principais defensores da não violência. Arte: Ana Beatriz Pádua

Dois de outubro marca o Dia da Não Violência. A Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) criou a data, em 2007, para incentivar as pessoas a resolver suas questões de forma pacífica e sempre respeitando o próximo. 

O dia 2 de outubro foi escolhido por ser o aniversário do líder indiano Mahatma Gandhi, que viveu entre 1869 e 1948 e foi um dos principais ativistas da não violência. Na luta pela independência da Índia (que ficou sob o domínio do Reino Unido de 1858 a agosto de 1947), ele mobilizou muitas pessoas para protestar pacificamente, ou seja, sem violência. Uma das ações do ativista, por exemplo, foi ter viajado da Índia até Londres, na Inglaterra, para pedir a independência de seu país aos britânicos.

Além disso, quando a Índia se tornou independente, ela foi separada em dois territórios: o Paquistão (para onde foram os muçulmanos, que seguem a religião islâmica) e a Índia (destino dos seguidores do hinduísmo, que atualmente é a religião da maior parte da população indiana). 

Para conciliar os dois povos – que estavam em conflito porque os muçulmanos da Índia tiveram que fugir para o Paquistão e os hindus que estavam no país islâmico precisavam ir para a Índia – Gandhi fazia jejuns (quando uma pessoa fica determinado período de tempo sem comer) para chamar a atenção do mundo para o problema. Isso acabava unindo os dois povos, que decidiam deixar suas diferenças de lado para que Gandhi não sofresse. 

150 anos de Gandhi

O líder indiano Mahatma Gandhi, que ajudou a Índia a se tornar independente do Reino Unido. Foto: J. Gaiger/Topical Press Agency/Getty Images

O líder indiano Mahatma Gandhi, que ajudou a Índia a se tornar independente do Reino Unido. Foto: J. Gaiger/Topical Press Agency/Getty Images

Como em 2019 Gandhi completaria 150 anos, o primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, decidiu fazer uma comemoração especial que vai durar um ano. Entre 2 de outubro de 2019 e 2 de outubro de 2020, um comitê formado por ministros indianos ficará responsável por organizar eventos e programas para divulgar algumas filosofias de Gandhi, como a não violência e a sustentabilidade. 

Um dos principais eventos será a Marcha Gandhi Pela Não Violência, na cidade de Haia, no dia do aniversário do líder. Além da passeata, vão ocorrer atividades como plantios de árvores e conversas com crianças de pelo menos 25 escolas para explicar a filosofia de Gandhi. 

O governo indiano está promovendo atividades relacionadas à paz para comemorar o aniversário do líder, como a Marcha Gandhi pela Não-Violência. Foto: Divulgação.

O governo indiano está promovendo atividades relacionadas à paz para comemorar o aniversário do líder, como a Marcha Gandhi Pela Não Violência. Foto: Divulgação

Iniciativas que pregam a não violência

No Brasil, existem várias organizações que possuem programas para incentivar a paz e dar esperança de um futuro sem violência no Brasil. Confira algumas delas:

Ensinar Respeito por Todos: por meio de materiais que fornece para as escolas, este programa da Organização das Nações Unidas Para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) possibilita que crianças e jovens aprendam sobre tolerância e respeito por todas as pessoas. 

200 Escolas Pela Paz e Não Violência: esta campanha tem como objetivo incentivar que as escolas façam atividades sobre a paz. Uma das sugestões é participar da segunda Marcha Mundial Pela Paz e Não Violência, que vai chegar ao Brasil em dezembro de 2019. 

Crianças se reúnem no pátio da escola para formar o símbolo da paz. A atividade foi uma sugestão do projeto 200 Escolas pela Paz e Não-Violência. Foto: Divulgação.

Crianças se reúnem no pátio da escola para formar o símbolo da paz. A atividade foi uma sugestão do projeto 200 Escolas Pela Paz e Não Violência. Foto: Divulgação

Conhecendo os Direitos da Criança e do Adolescente no Brasil: mostra para crianças e adolescentes venezuelanos que vivem no Brasil que eles têm direito a garantia de todas as suas necessidades básicas, como saúde, família e respeito. O projeto, que também é da Unesco, já atendeu 781 pessoas. 

Londrina Pazeando: na cidade de Londrina, no Paraná, essa iniciativa promove a não violência a partir de atividades como a Semana Municipal de Cultura de Paz. O evento ocorre há 19 anos, em setembro, e tem atividades como palestras e abraços coletivos.

Fontes: eBiografia, Infoescola, Jagran Josh, Londrina Pazeando, Não Violência nas Escolas, Times of India e Unesco.

1 comentário

  1. Isaque e Emanuela says:

    legal e bacana aprender

Edições Impressas

Busca por Data

outubro 2019
S T Q Q S S D
« set    
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

ENQUETE

O que você mais gosta de fazer com seus pais ou responsáveis?

TV Joca

Apoio